Quem nunca ouviu falar que no turismo existe um vocabulário próprio?
Pois existe, são palavras que tem o mesmo siginifcado no mundo todo e  facilitam muito a vida dos profissionais da área.
Vamos aos poucos conhecer esse e outros vocabulários, e conhecer os direitos e deveres dos viajantes por esse mundo a fora. Assim, quando for comprar a sua próxima viagem, com certeza vai fazer com conciencia e certeza de que não vai se enganado.
All inclusive– O que você está pagando inclui todas as despesas de hospedagem, alimentação, bebidas e serviços.
Day-use – Direito de usar um quarto de hotel durante o dia, sem pernoite.
Útil quando um passageiro faz conexão em uma cidade e tem de esperar muitas horas pelo vôo seguinte.
Detax – Reembolso dos impostos locais em compras no exterior. Deve ser pedido na hora do embarque de volta para o Brasil, no balcão do aeroporto, apresentando-se notas fiscais.
No show – Quando o turista não apareceu para embarcar num vôo ou ocupar um quarto e também não o cancelou.
Pax – É você, passageiro adulto. Bebês até 2 anos são INF, de “infant”, crianças até 12, CHD, de “Child”.
Perna – Passagem só de ida.
Ponto a ponto – Tarifa promocional cujo trajeto não pode ser alterado. Geralmente exige permanência por um certo período no destino.
PTA – De Prepaid Ticket Advice, aviso de passagem pré-paga. O Pagamento é feito a distância, e o passageiro retira o bilhete no aeroporto, apresentando um documento.
Stand By – A lista de espera. Quem se atrasa para marcar o embarque pode ir ao aeroporto e esperar por uma desistência de outro passageiro.
Upgrade – Melhoria na acomodação, uma cortesia, como passar da classe econômica para a executiva.
Voucher – Comprovante de reserva e pagamento antecipado de passagem, estada ou aluguel de veículo.
ALFABETO AIRIMP (AÉREO)
A/M
A – Alfa
B – Bravo
C – Charles
D – Delta
E – Eco
F – Fox
G – Golf
H – Hotel
I – Índia
J – Juliete
K – Kilo
L – Lima
M- Mike
N/Y
N – November
O – Oscar
P – Papa
Q – Quebeck
R – Romeu
S – Sierra
T – Tango
U – União
V – Vitor
X – Xadrez
Z – Zulu
W – Wisk
Y – Yank


Para mim o mais importante de viajar é realmente…. VIAJAR….. Sim, porque não é simplesmente pegar um carro, trem, avião, navio ou uma moto e sair por aí.
É simplesmente viajar no sentido exato da palavra: É deixar-se envolver pelo lugar, interagir, não pensar em nada, a não ser no momento que está vivendo, se não a gente não viaja, simplesmente muda os problemas de lugar.
Quando viajo eu deixo tudo para trás, literalmente, não penso em nada, a não ser curtir a viagem, não me incomodo com nada (caso aconteça algum imprevisto), andar a pé, ficar horas sem comer, pra mim não tem problema, porque eu quero conhecer coisas novas e aprender com cada lugar e cada povo que eu conheça.
Meus amigos sempre dizem que sou excelente companhia para viajar, por mais simples que seja o local. Eu transito em diversos ambientes: do mais sofisticado aos mais rústicos, o importante é absorver a energia boa das pessoas e voltar renovada.
Tem coisa mais chata do que a companhia de alguém que reclama de tudo?
A única coisa que sempre me preocupo: levar pouca bagagem, eu odeio carregar coisas, pesos, e claro, pesquisar o lugar que vou, ver os hábitos e costumes das pessoas para não dar nenhum fora, e os cuidados básicos: se tem que tomar vacina, fazer seguro viagem, isso sempre é bom.
No mais é curtir e relaxar…. seja na terra, no mar ou na cidade.
O crescimento da renda familiar dos brasileiros nos últimos anos gera impactos diretos sobre o setor turístico no país. A nova classe C brasileira é a grande aposta para alavancar os negócios de turismo no Brasil.
De olho nesse público as Operadoras de Turismo lançam cada vez mais produtos direcionados, muitas promoções e facilidades de crédito.
As empresas inclusive estão preocupadas em treinar seus funcionários para atender bem a esse público. Isso é muito positivo.
Todo esse cuidado se reflete até nos comerciais de algumas operadoras. É só prestar atenção nas propagandas veiculadas nos principais canais de televisão.
Os preços das passagens aéreas também estão caindo, colaborando para a expansão do negócio. Resta saber se as empresas aéreas estão preparadas para todo esse boom no setor.
Não basta apenas baratear o custo das passagens, mas, garantir o embarque e promover uma melhora geral nos serviços desde a venda, o atendimento no aeroporto, para não ocorrer os episódios dos últimos tempos, espera de horas nos embarques, cancelamento de vôos a até funcionários agredindo passageiros.

Precisa de uma mudança geral e a preocupação com o bem servir que é a máxima  do turismo
Muita gente me pergunta: O que é preciso saber e fazer para trabalhar com Turismo?
Há muito tempo eu tenho a mesma resposta: gostar de pessoas, ser comunicativo, alegre….
Mas o fundamental é ter certeza do que se quer, se dedicar, estudar, ler, acompanhar as mudanças e estar sempre atualizado.
Ter interesse pela História e Cultura de outros povos, a geografia dos lugares, clima, tudo que for importate pra não acabar cometendo um acidente diplomático.
Mas quem pensa que é fácil trabalhar com turismo não é bem assim, turismo é movimento, tudo acontece e temos que estar sempre por dentro de tudo. E ter também muito jogo de cintura para sair de situações delicadas.
Por isso é importante frequentar  os eventos que acontecem na área, feiras, congressos, fazer cursos de capacitação, aprender mais um idioma, é se fazer presente em todos os lugares possíveis, assim você se mantém informado sobre tudo que acontece.
Mas o bom mesmo é fazer aquilo que gosta, que nos dá prazer, assim vamos ter certeza que faremos o melhor.

É isso aí.
Como dar aquela turbinada na carreira quando está meio parada?
Em qualquer profissão, a atualização constante é fundamental, procurar cursos na área, eventos, seminários, cursos de idiomas, seja melhorar o que você já fala ou fazer um novo e acrescentar mais um ao currículo.
No turismo, têm várias opções o ano inteiro para se aprimorar , são feiras, eventos, palestras, treinamentos. Até um simples passeio, pode ser uma forma de ver as coisas por outro ângulo e daí surgir uma idéia para um bom negócio.
 Para quem trabalha em agência de viagens, todas as operadoras oferecem vários treinamentos e tudo de graça. 
O importante é se manter bem informado e perceber as oportunidades onde ninguém vê.
Tá sem grana para investir em cursos? Relaxa, a maioria dos eventos de turismo são gratuitos.
É só ficar atento e não perder nenhuma palestra, vale até mesmo a do seu amigo ou do seu chefe……..na internet, o que não falta são opções de cursos on line.
Portanto, mexa-se!!!!
Que o turismo é importante para o país, todo mundo sabe….
Mas porque os alunos saem dos cursos sem saber direito o que fazer? E pq algumas universidades fecharam os cursos de turismo?
O que falta nos cursos de turismo é um direcionamento para os alunos voltado ao empreendedorismo, mostrar brechas onde pequenos negócios e serviços para atender o turista fazem toda a diferença e eles podem ganhar dinheiro.
Pra isso, é preciso ter uma grade que priorize mais projetos, as pesquisas, e claro, ter um corpo docente dinâmico e antenado que motive o aluno e faça com que ele pense em soluções para os problemas, dessas soluções, com certeza sairão bons projetos e negócios. Aí sim, faria toda a diferença.
O ideal é trazer pra dentro da sala de aula, a realidade do mercado, com pessoas que trabalham na área, que têm experiência de vida pra passar para os alunos.


Dica Pessoal: Não desmerecendo nenhuma das atrações do Paraná e Capital, mas  o meu passeio preferido é a viagem de trem  Curitiba /Morretes / Paranaguá, o visual é de tirar o fôlego, as montanhas,  cachoeiras ,mirantes e pontes, além de tudo isso,  é a porção da Mata Atlântica mais conservada do país.
A viagem até Morretes dura em torno de 3 horas, de Morretes até Paranaguá são mais duas horas de viagem. De  Curitiba até Paranaguá o trem só vai aos domingos.
O que mais me emociona são as lembranças da minha infância, pois a  primeira viagem em família que fizemos foi de trem. Os anos passam e  todo passeio de trem que faço, a sensação que tenho é a mesma, aquele gostinho de aventura, a incerteza quanto ao futuro.

Enfim, adoro viajar pra lugares que me permitem sentir e sonhar com algo que já vivi e ainda vou viver. Fica a dica

Contato

Praça Mauá – 16A

Santos/SP – Brasil

13-9-97365637

Newsletter

©Turismo & Ideias – todos os direitos reservados.

Newsletter

Contato

Praça Mauá – 16A

Santos/SP – Brasil

13-9-97365637

©Turismo & Ideias – todos os direitos reservados.