Ilha de Marajó!!!

Todos os dias no horário das 18h, temos a oportunidade de apreciar as  belíssimas imagens da Ilha de Marajó, e até de nos encantarmos com a vida simples da pequena Vila, um contraponto com a loucura das grandes cidades e até com a nossa própria vida corrida, o que as vezes é muito bom fazermos uma pausa, dar uma respirada e mesmo que por meia hora, vale a pena parar em frente da televisão e se desligar olhando as paisagens, as fotografias são maravilhosas e cada por do sol, ou cada luar nos faz ao menos por um instante esquecer dos problemas e simplesmente contemplar, para mim é melhor que terapia…
Resolvi dar uma pesquisada e ver o que tem de bom por lá, pessoal, o lugar é mesmo incrível!
Parte do maior arquipélago fluvial do mundo, a Ilha de Marajó está localizada na foz do Rio Amazonas e é maior do que a Suíça. Um verdadeiro santuário ecológico, com grandes fazendas de criação de búfalos. 

Florestas, praias de rio, lagos de diversos tamanhos, igarapés, dunas, e uma rica fauna. A população é animada e hospitaleira. Imperdível na ilha é participar do Carimbó, uma dança folclórica tão divertida que vai até o dia amanhecer. 

O turismo na Ilha de Marajó vem crescendo e, com ele, a infraestrutura se desenvolve oferecendo cada vez mais conforto aos visitantes. 

COMO CHEGAR: 

Avião: até Belém (Pará) vôos regulares.

Barco: de Belém partem barcos do Cais Escadinha. A duração desta viagem é de duas horas. 

De Icoaraci (Pará) – 21 Km de Belém – partem balsas e a viagem dura 3 horas e meia.

O que fazer?
Fazendas: Embora mantenham suas atividades normais de pecuária, também recebem turistas, organizam passeios em trilhas, de barco ou montando búfalos, assim, os visitantes entram em contato com o meio ambiente local. Também dá para se hospedar em uma típica fazenda nos campos do interior da ilha.
Museu do marajó: Fica na pequena cidade de Cahoeira do Arari, a 75km de Soure, por estrada de terra que percorre a planície.  A Viagem até lá é uma oportunidade de entrar em contato com o exótico ambiente do interior da ilha. Expõe peças da antiga cerâmica marajoara, encontrada em escavações, além de artesanato e objetos típicos da cultura regional.
Praias: As bonitas praias do pesqueiro, Araruna e Barra Velha ficam próximas ao Centro de Soure.  As praias de Joanes, Monsarás e Grande ficam no município de Salvaterra, a maioria tem areias claras, pequenas dunas e mar azul. Nas mais movimentadas, há barracas rústicas que servem bebidas e petiscos.
Dicas de Viagem:
·         A melhor época para se visitar a Ilha vai de junho a janeiro, período em que não chove tanto, tornando os passeios mais fáceis.
·         Vacinar-se contra febre amarela com pelo menos 15 dias de antecedência;
·         É proibido caçar na Ilha.
Leve Sempre:
·         Roupas Leves;
·         Boné;
·         Calçado para caminhada;
·         Máquina fotográfica;
·         Protetor Solar;
·         Repelente;
·         Roupas de banho.
E boa viagem!!!!

EE
Selma Cabral
0 0 vote
Avalie este artigo!
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Scroll to top
0
Por favor, comente.x
()
x