Fim do visto deve levar mais 300 mil brasileiros aos EUA

Os Estados Unidos vão receber 316 mil turistas brasileiros a mais todos os anos se o Brasil for incluído no programa de dispensa de visto.

Esse é o cálculo da US Travel Association, entidade que representa empresas de turismo norte-americanas e faz lobby pela dispensa do visto para os brasileiros.

A associação faz a estimativa com base no aumento no fluxo de turistas de outros países que já foram incluídos no programa de dispensa de visto para entrar no país.

O número de turistas brasileiros nos Estados Unidos deve chegar a 1,8 milhão neste ano, uma alta de 18% em relação a 2011, de acordo com o Departamento de Comércio dos Estados Unidos.

Segundo o governo norte-americano, a espera para se marcar a entrevista do visto americano no Brasil caiu de 140 dias para um a dois dias neste ano, após a implementação de medidas como o aumento de funcionários, de consulados e dos horários de trabalho nos postos.
LEGISLAÇÃO:

A US Travel Association aposta em uma proposta de lei tramitando no Senado americano para acelerar a inclusão do Brasil no programa de dispensa de vistos.
Hoje, os países precisam reduzir o percentual de candidatos à visto rejeitados para abaixo de 3% para conseguirem ser incluídos nos programas de dispensa de visto.
O Brasil tem taxa de rejeição de cerca de 3,8%. O projeto de lei Jolt Act, tramitando no Senado, aumenta esse índice para 10%.

A proposta é incluir países como Brasil, Chile, Polônia, Israel e Croácia no programa. Em 2008, o então presidente George W. Bush incluiu a República Tcheca, Estônia, Hungria, Letônia, Lituânia, Eslováquia e Coreia do Sul. Ao todo, 37 países estão hoje no programa.

RECIPROCIDADE:

“O governo brasileiro precisa intensificar suas gestões junto ao governo americano para entrar no programa de dispensa de vistos”, diz Patricia Rojas, vice-presidente de assuntos governamentais da US Travel Association.

“Hoje em dia, metade das viagens dos brasileiros para o exterior é para a União Europeia, que não exigem vistos. Nós queremos receber parte desses turistas, e eliminar o visto é a principal maneira”, diz Patricia.

Se os Estados Unidos dispensarem os brasileiros de visto, o governo do Brasil terá de oferecer reciprocidade, eliminando os vistos para os turistas americanos.

“Portanto, o programa também aumentaria o número de turistas americanos vindo para a Olimpíada e a Copa do Mundo”, afirma a representante da entidade.

Selma Cabral
0 0 vote
Avalie este artigo!
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Scroll to top
0
Por favor, comente.x
()
x