COPA

São Paulo se transforma em uma autêntica Torre de Babel

Da Redação
Bares cheios, restaurantes onde são ouvidos vários idiomas diferentes, pontos turísticos com pessoas falando várias línguas diferentes. Desde a semana passada, com o início da Copa do Mundo FIFA 2014, a cidade de São Paulo vem recebendo a visita de milhares de turistas, boa parte deles de outros países.


É o que mostram os relatórios da Sala de Monitoramento do Atendimento ao Turista da Copa do Mundo em São Paulo, iniciativa da São Paulo Turismo (SPTuris), empresa municipal de turismo e eventos da cidade, vinculada a Secretaria Especial para Assuntos de Turismo.

De acordo com a apuração diária do órgão, feita pelo Observatório do Turismo (núcleo de pesquisas da SPTuris), os principais pontos turísticos da cidade e restaurantes tiveram aumento na freqüência, sobretudo de estrangeiros.

Em um só dia (11 de junho, véspera da abertura da Copa), mais de 2 mil visitantes internacionais passaram pelo Museu do Futebol.


O mesmo movimento foi registrado nas Centrais de Informação Turística (CITs) da Capital, administradas pela SPTuris. O fluxo nas CITs aumentou cerca de 150%, sendo que 55% das pessoas são de outros países.

Ainda no útlimo dia 11, mais 90% do público que procurou as centrais era formado por estrangeiros. Em dias normais, a freqüência de turistas internacionais nas CITs é de cerca de 21,7%.


Cresceu ainda em 50% a procura por passeios na cidade (city tours) em algumas das principais agências de turismo receptivo de São Paulo, assim como no SP Free Walking Tour, que dobrou o número de turistas atendidos na semana passada.

Mais desembarques

Também houve aumento no número de desembarques em São Paulo. No Terminal Tietê, houve um aumento de 10% no fluxo de passageiros para o período e no Aeroporto de Congonhas o número de desembarques foi 3,5 vezes maior em 12 de junho, dia da abertura da Copa em São Paulo, na comparação com os três dias anteriores.


As menções positivas relacionadas ao Mundial e aos pontos turísticos da Capital nas redes sociais também foram mencionados no último relatório da Sala de Monitoramento, sendo que Avenida Paulista, Museu do Futebol, Masp, Pinacoteca, Rua 25 de Março, Mercadão e Vila Madalena foram os mais citados, nesta ordem.

Para o secretário municipal para Assuntos de Turismo e presidente da SPTuris, Wilson Poit, os números representam o que está se vendo nas ruas. “Ao passear pela Paulista e pela Vila Madalena, é possível ver que São Paulo está cheia de turistas, que estão aproveitando e muito a cidade”, comemora.

Poit diz ainda que os relatórios da Sala de Monitoramento, além de ser um termômetro para o turismo paulistano durante a Copa, está servindo para melhorar o atendimento aos visitantes.
“Se percebemos um aumento de turistas em determinadas regiões, como a Paulista, levamos nossa Central de Atendimento ao Turista móvel para lá. Se temos mais procura por passeios em agências, reforçamos o fornecimento de guias e mapas. Estamos monitorando o turismo da cidade e agindo estrategicamente”, explica.


Todos os relatórios da Sala de Monitoramento do Atendimento ao Turista da Copa do Mundo em São Paulo estão disponíveis em www.observatoriodoturismo.com.br.

 

Fonte: http://www.atribuna.com.br/turismo

Selma Cabral
0 0 vote
Avalie este artigo!
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Scroll to top
0
Por favor, comente.x
()
x