Todos sabemos a importância dos grandes eventos para o fortalecimento do setor e para acabar com a sazonalidade na chamada “baixa temporada”. Então, vamos apresentar projetos e aproveitar as verbas disponíveis.

Será? É o que se espera dos municípios e claro dos seus respectivos secretários de turismo. 

Turismo disponibiliza R$ 12 milhões para eventos de fortalecimento do setor: Serão selecionados 65 projetos por região do país.


O Ministério do Turismo (MTur) injetará R$ 12 milhões para projetos de realização de eventos que contemplem a melhoria do setor. Para isso, a pasta publicou, nesta terça-feira (26), edital de chamada pública para Eventos de Fortalecimento ao Desenvolvimento Turístico nº 01/2013, de acordo com a Portaria do MTur nº 112, de 9 de março de 2012.
Serão selecionados 65 projetos por macrorregião (Norte, Nordeste, Sul, Sudeste e Centro-Oeste) que contribuam para a promoção do destino, o desenvolvimento dos segmentos turísticos e o aumento da movimentação de fluxos regionais, nacionais ou internacionais de turistas no Brasil em 2013.
 
Podem participar do processo seletivo os projetos de eventos que atenderem às condições do edital, podendo ser apresentados por órgãos ou entidades da administração pública estadual, municipal ou distrital com capacidade técnica e administrativa comprovada e que atendam aos critérios dispostos na Portaria Interministerial MPOG/MF/CGU n°507.
Será admitida a participação no programa somente via internet no portal do Sistema de Convênio (Siconv), no endereço www.convenios.gov.br/siconv, no período entre dia 26 de março de 2013 a 14 de abril de 2013.
A Comissão de Seleção dos projetos deverá ser composta por cinco servidores indicados pela Secretaria Nacional de Políticas do Turismo, por meio de publicação de portaria interna. O resultado preliminar dos projetos que atenderem aos critérios estabelecidos no edital será divulgado até o dia 25 de abril deste ano.
O resultado final, depois de acolhidos os recursos de contestação, serão divulgados até o dia 2 de maio. O proponente será notificado dos resultados da análise da proposta por meio de parecer inserido no portal do Siconv e publicação no site: www.turismo.gov.br.

Ministros sul-americanos vão construir rede de cooperação para facilitar trânsito de viajantes e potencializar os destinos:

Quito (Equador) – Os ministros de Turismo da União de Nações Sul-Americanas (Unasul) instalaram, nesta sexta-feira (22), uma instância de colaboração para o desenvolvimento do setor no continente, que em 2011 gerou, só com turistas internacionais, uma receita de US$ 22,9 bilhões, segundo barômetro da Organização Mundial do Turismo (OMT).
A Conferência Sul-Americana de Turismo tem o objetivo de criar uma rede de cooperação regional para ampliar o turismo e aproveitar oportunidades que possam ser articuladas conjuntamente.
“A declaração dos ministros é um passo importante para a integração regional. Temos que aproveitar o potencial dos países sul-americanos, como forma de reforçar esse importante segmento econômico”, afirmou o ministro do Turismo brasileiro, Gastão Vieira, durante o encontro em Quito, no Equador. Segundo ele, há potenciais desde a qualificação de ensino e profissionais, com ferramentas de intercâmbio, ao aproveitamento de megaeventos – como aqueles que o Brasil sediará a partir deste ano.
Serão seis os eixos que serão tratados pela conferência de ministros. O primeiro deles tratará da oferta de demanda, para analisar e definir mercados demandados pelos turistas, que possam ser explorados conjuntamente. O segundo verificará a oferta de serviços da região e como poderão ser organizados para um melhor aproveitamento.

A reunião de ministro também aprovou pilares importantes como o da conectividade, no qual está a discussão sobre a cobertura de rotas aéreas, terrestres e marítimas, além de infraestrutura logística para atender a demanda do setor. Na governança e comunicação, estão previstas ações de integração e compartilhamento de informações e mecanismos para facilitar o trânsito de pessoas entre as fronteiras dos países da América do Sul.
PRÓXIMO ENCONTRO Essa agenda será trabalhada nos próximos meses entre os ministérios, principalmente por reuniões com o uso de comunicação à distância. Os encontros presenciais estão previstos uma vez ao ano. Durante o encontro, a Colômbia sugeriu que o próximo encontro seja em Cartagena, o que foi aceito por todos. As resoluções da conferência de ministros podem ser encaminhas para a reunião de estados-chefes.
Fonte: Ministério do Turismo

 

Objetivo é receber contribuições para aprimorar o sistema:
O Ministério do Turismo começa a ouvir a partir deste mês março os meios de hospedagem brasileiros sobre o recém-lançado Sistema Brasileiro de Classificação de Meios de Hospedagem (SBClass). O objetivo da pesquisa é receber contribuições do setor hoteleiro para aprimorar o programa e entender as dúvidas e dificuldades sobre o uso do sistema por meio do empresariado.
As entrevistas serão feitas por telefone com os proprietários ou responsáveis pelas áreas de relações com o mercado e público, ou ainda pelo setor administrativo. Entrevistadores especialmente treinados para a pesquisa vão aplicar um questionário no formato de questões fechadas (alternativas preexistentes) e algumas abertas (permitem a opinião do entrevistado). As entrevistas têm duração média de oito minutos.
 
Todas as respostas serão anônimas e consideradas apenas no conjunto da pesquisa. Os resultados ajudarão a subsidiar ações do MTur em sua estratégia de implementação do SBClass, desde as formas de comunicação com os meios de hospedagem a propostas para o aprimoramento do sistema.
Com a pesquisa, o MTur lança mais um canal de diálogo com os meios de hospedagem, facilitando a participação de proprietários e gestores do setor hoteleiro na construção das políticas públicas.
A escolha dos entrevistados será feita de forma aleatória, a partir do conteúdo do Cadastur. Serão ouvidos quase 800 meios de hospedagem de diferentes classificações. Entre eles, todos os que já aderiram ao SBClass.
CLASSIFICAÇÃO:

O SBClass foi desenvolvido pelo MTur em parceria com o Inmetro e começou a ser implantado em setembro de 2012. A classificação por estrelas marca exclusiva do governo federal, é um marco na elevação da competitividade do turismo brasileiro. A adesão da rede hoteleira é voluntária. Hoje já existem 31 meios classificados, em todo o país: dez com cinco estrelas, oito com quatro, onze com três e dois com duas. Outros 57 estão em processo de classificação.
PERGUNTAS MAIS FREQUENTE:
O que é a pesquisa sobre o SBClass?
É um projeto para aprimorar o sistema de classificação hoteleira, a partir da contribuição dos próprios meios de hospedagem em todo o Brasil.
Quem será ouvido?
Meios de hospedagem de diferentes classificações, que já aderiram e que ainda não aderiram ao novo sistema. Os entrevistados serão sorteados de forma aleatória, a partir do Cadastur.

Como será feita a entrevista?
A entrevista será realizada por telefone de segunda a sexta-feira, de 9h as 18h. Será conduzido por pesquisadores experientes e treinados para o estudo. Tem duração média de oito minutos.
Quando o meio de hospedagem receber a ligação, pode-se pedir ao entrevistador que agende a entrevista para um dia e horário que sejam mais adequados para quem for responder à pesquisa.

Que tipo de pergunta será feita?
As perguntas são simples. Incluem questões sobre o conhecimento que o respondente tem do novo sistema de classificação hoteleira, que avaliação fazem do sistema, quais os diferenciais do sistema e quais as dificuldades para entendê-lo ou aderir a ele.

Quem deve responder pelo meio de hospedagem?
O proprietário, o gerente geral ou o responsável por áreas como marketing/relações com o mercado, administrativo. A decisão é do próprio meio de hospedagem.

Os dados serão públicos?
Sim, no início de abril o MTur vai divulgar os principais resultados da pesquisa, neste site e por outros meios. De novo, é importante que todos saibam que, seguindo todos os princípios éticos de pesquisa, nenhuma resposta será individualizada. Os dados de cada um dos meios de hospedagem serão tratados com confidencialidade. Todos os dados recolhidos pela pesquisa serão trabalhados no conjunto dos questionários.
Fique atento.
Em caso de dúvida, quem posso acessar?
Qualquer dúvida, sugestão ou problema com relação à pesquisa, escreva para:
Fonte: Ministério do Turismo

Ação visa fortalecer segmento turístico religioso brasileiro:

A Jornada Mundial da Juventude, que acontece de 23 a 28 de julho,  deverá reunir 2,5 milhões de pessoas de 190 países que vão participar dos vários eventos programados para Rio de Janeiro e outras cidades brasileiras. É para esse público que o Ministério do Turismo vai divulgar os destinos turísticos em diversas ações discutidas, nesta quinta-feira (21), na reunião do Grupo de Trabalho de Turismo Religioso.
Na abertura da reunião, o secretário Nacional de Políticas de Turismo, Vinícius Lummertz, anunciou que o Ministério terá um estande no Festival de Turismo no Riocentro, onde acontecerá o evento, para divulgar os destinos nacionais. O ministério estuda também, segundo o secretário, apoiar os estados para que eles apresentem ao público seus destinos de turismo religioso.
O MTur realizará também ações de marketing nos locais de grande fluxo de turistas nos períodos pré e pós-Jornada da Juventude. Parceria firmada com a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) e com a Polícia Rodoviária Federal prevê a distribuição de material promocional nas estradas. A Semana Missionária, por exemplo, serão realizadas em cem cidades, reunindo fiéis que terão como destino final o Rio de Janeiro para a visita do Papa Francisco nos dias 27 e 28 de julho.  A expectativa é que a maior parte destes deslocamentos seja feito de ônibus.
 
A intenção do ministério é estimular o turista da Jornada a permanecer no país e visitar novos destinos, ou mesmo conhecer a oferta e voltar em outras ocasiões. Parte do material é dedicada ao público jovem e será divulgado por meio eletrônico,  em redes sociais e por meio de aplicativos para celulares, tablets e outros equipamentos. São guias, cartilhas, mapas, entre outros.
A reunião do GT de Turismo Religioso reuniu representantes de entidades religiosas, secretarias de turismo e de governo, prefeituras e iniciativa privada.
Fonte: Ministério do Turismo

Contato

Praça Mauá – 16A

Santos/SP – Brasil

13-9-97365637

Newsletter

©Turismo & Ideias – todos os direitos reservados.

Newsletter

Contato

Praça Mauá – 16A

Santos/SP – Brasil

13-9-97365637

©Turismo & Ideias – todos os direitos reservados.