Hoje vou fazer uma homenagem a uma pessoa muito simples, dono de  uma banca de jornal em um bairro considerado nobre.


Mais conhecido como Marcelo da banca, ele é simpático, conhece todos os seus clientes, recebe a todos sempre com um sorriso no rosto e muito bem humorado.

Na sua simplicidade, ele presta atenção em tudo e em todos e  quando estamos nos aproximando da banca de jornail, ele sabe exatamente o que os seus clientes compram e já nos espera à frente de sua banca de jornal bem simples, com o produto já em uma sacola e nunca erra o pedido rsrsrs.

Eu por exemplo sempre compro uma revista no sábado, e ele já guarda pra mim na sacolinha. Eu até cogitei a possibilidade de assinar a revista pela comodidade de receber em casa, mas não falo por conta do excelente atendimento que o dono dispensa a todos os seus cliente.

Eu só estou falando isso porque o que fideliza um cliente é de fato e comprovado o Bom Atendimento, não importa se é uma simples banca de jornal ou um hotel cinco estrelas, isso é que o faz  diferença. E na maioria das vezes a gente vai em lugar que se diz turístico, ou seja, recebe pessoas de outros lugares, e somos muito mal atendidos, até e uma loja de grife,  é nesse detalhe que temos que prestar atenção e começar a ver nos pequenos exemplos que temos muitas vezes em nosso bairro e seguir.

Não custa nada dar um bom dia, uma boa tarde, um sorriso, muitas vezes isso faz milagres e transforma o dia da outra pessoa.

Pensem nisso!!! E passem adiante!

Conheça as riquezas dos museus de Ouro Preto e dos órgãos históricos em Mariana e Tiradentes

A cidade de Ouro Preto é um dos destinos mineiros mais procurados pelos turistas. Quem está curtindo as férias pode aproveitar a oportunidade para visitar o município e ainda conhecer dois ricos museus que preservam um raro acervo: o Museu das Reduções e o Museu do Oratório.
No Museu das Reduções, o visitante tem a possibilidade de conhecer 29 réplicas reduzidas de monumentos brasileiros que estão espalhados por 15 estados diferentes do País e que representam cada ciclo econômico. A instituição preserva cinco séculos da arquitetura e da arte usadas na construção dos mais belos e importantes monumentos do Brasil. O Museu é patrocinado pela Microcity Computadores e Sistemas Ltda.
A instituição também oferece a modalidade de turismo pedagógico, pois seu acervo guarda um pouco da História, Geografia e aspectos culturais do País. O Museu das Reduções está localizado no distrito de Amarantina, tendo acesso no KM 69 da Rodovia dos Inconfidentes/BR3526, à Rua São Gonçalo, 131, distante apenas 25 km do centro histórico de Ouro Preto. O Museu funciona diariamente (exceto às terças-feiras), das 9h às 17h. Para mais informações, entre em contato pelo telefone (31) 3553-5182 e/ou pelo e-mail museudasreducoes@gmail.com.
Já o Museu do Oratório está instalado em um dos prédios mais significativos de Ouro Preto, no conjunto arquitetônico da Igreja Nossa Senhora do Carmo e possui uma coleção única em todo o mundo: são 162 oratórios e 300 imagens do século XVII ao XX. No Museu, é possível conhecer diversos tipos de oratórios, como o menor oratório do mundo, que era usado como um pingente de ouro por uma “senhorinha”. E ainda, os Oratórios de Conchas e um Oratório de Alcova, feito em um ovo de ema, além de obras atribuídas ao Mestre Athaíde e Aleijadinho.
O Museu do Oratório funciona diariamente, das 9h30 às 17h30, na Casa Capitular da Ordem Terceira de Nossa Senhora do Carmo (Adro do Carmo, 28 – Centro – Ouro Preto/MG). Os ingressos são vendidos a R$ 4,00 e estudantes com comprovação pagam meia-entrada. Para ouro-pretanos a entrada é gratuita. Mais informações pelo telefone (31) 3551-5369, pelo e-mail info@museudooratorio.org.br ou visite o site da instituiçãowww.museudooratorio.org.br ou a sala virtual www.eravirtual.org.
Órgãos históricos em Minas
Em Mariana, primeira capital mineira e distante apenas 17 km da antiga Vila Rica, o visitante pode conhecer a Catedral da Sé, igreja que abriga o único órgão da linha Schnitger fora da Europa. O Órgão, que foi construído em 1701, em Hamburgo (Alemanha), por Arp Schnitger, é considerado um tesouro musical.
Depois de mais de 300 anos de sua construção, o órgão Schnitger acompanha missas e celebrações litúrgicas, além de ser apresentado em concertos regulares e internacionais. Os concertos regulares podem ser apreciados todas sextas-feiras, às 11h30, e também aos domingos, às 12h15. Mais informações pelo telefone 3558-2785 ou no site www.orgaodase.com.br.
 
Em Tiradentes, o órgão da Matriz de Santo Antônio é um exemplar do século XVIII, que foi encomendado em 1785 ao organeiro português Simão Fernandes Coutinho, na cidade do Porto. A Vila de São José do Rio das Mortes, nossa atual Tiradentes, vivia a efervescência musical do período barroco e o órgão acompanharia a liturgia e as celebrações familiares.
Os Concertos do Órgão da Matriz de Tiradentes acontecem às sextas-feiras, às 20h30, na Igreja Matriz de Santo Antônio, em Tiradentes/MG, com apresentações especiais, pré -agendadas, aos sábados ou aos domingos. Ingressos: R$ 15,00.
Fonte:

Excelente notícia para o Turismo:

Visitar a região central de São Paulo sempre foi um passeio histórico. Desde maio, no entanto, é possível ouvir as curiosidades durante a caminhada por meio de 18 arquivos em um celular ou tocador de mp3. A iniciativa é do São Paulo Convention & Visitors Bureau, que disponilibiza o guia em áudio Audiotour Centro Velho de São Paulo no sitewww.visitesaopaulo.com/roteiros.
Após baixar os áudios e transferir para um aparelho, basta ir para a rua e completar o passeio, que dura cerca de uma hora. O site também disponibiliza um mapa para download e impressão, que ajuda o visitante a se localizar durante o roteiro. 
A visita inclui locais como a Catedral da Sé, o Páteo do Colégio, o Centro Cultural Banco do Brasil e o Viaduto do Chá. Segundo a São Paulo Convention & Visitors Bureau, o próximo roteiro deve ser disponibilizado em agosto com pontos turísticos da região da Avenida Paulista. Os próximos áudios devem ser feitos em inglês, além do português.

Festivais culturais, filmes e muita música estão entre as opções para o turista curtir as férias em todas as regiões do Brasil.

 

Faltam apenas duas semanas para o fim das férias e fica a pergunta: o que fazer com o tempo que resta? Muitas cidades brasileiras prepararam programações especiais para a segunda quinzena de julho. Aproveite! Ainda dá tempo para conferir ótimas alternativas de turismo e lazer.
Quem estiver em Manaus (AM), por exemplo, pode aproveitar a sétima edição do Festival Amazonas Jazz, que acontece de 24 a 29 de julho, no Teatro Amazonas. O evento terá apresentações de músicos e instrumentistas, como o trompetista Brian Lynch e o saxofonista Will Vinson.
Já no Mato Grosso do Sul, a dica é o 13º Festival de Inverno de Bonito (MS), de 25 a 29 de julho, que homenageará o poeta Manoel de Barros. Na estrutura do evento, o turista encontrará manifestações artísticas, túnel cenográfico, mostra de vídeos, projeções e outros atrativos.
Em Belo Horizonte (MG), os parques estão com uma programação especial até o final do mês. No Parque das Mangabeiras, acontecerão apresentações do coral “Arco-Íris”, além de atividades de recreação e educação ambiental. Várias filmagens premiadas no 13º Festival Internacional de Curtas de BH serão exibidas no Parque Municipal Fazenda Lagoa do Nado. Confira a programação!
 
Os turistas costumam dizer que, durante o inverno, Porto Alegre fica mais bucólica, intimista e ao mesmo tempo mais bela. Para quem está pensando em curtir o frio, o7º Festival de Inverno de Porto Alegre tem programação definida entre os dias 23 a 29 de julho. O evento é gratuito.
Há algum evento interessante na sua cidade nesse período? Use um de nossos canais nas redes sociais e mande sua sugestão. Ajude a promover o turismo brasileiro!

Fonte: http://www.turismo.gov.br/turismo/noticias/todas_noticias/20120719-3.html

Acumulado de janeiro a junho é o melhor resultado dos últimos 12 anos.

 

Os aeroportos brasileiros registraram a marca de 40,8 milhões de desembarques domésticos no primeiro semestre de 2012. É o melhor resultado, no período de janeiro a junho, dos últimos 12 anos. O recorde é 7,5% superior à marca do ano passado, quando foram registradas 38 milhões de chegadas nacionais.
O levantamento do Ministério do Turismo também mostra que os desembarques internacionais, no acumulado do ano, também cresceram: passaram de 4,35 milhões, em 2011, para 4,62 milhões, em 2012.
JUNHO
Em junho de 2012, os desembarques domésticos e internacionais de passageiros no Brasil cresceram 12,4% e 12,6%, respectivamente, em relação ao mesmo período do ano passado. O resultado estabelece os novos recordes de indicadores de junho.
Segundo o Ministério do Turismo, o país registrou 6.880.363 desembarques nacionais no sexto mês de 2012, frente aos 6.119.198 verificados em junho do ano passado. A variação foi de 12,44%.
O resultado mostra também que os desembarques internacionais passaram de 650.995, em junho de 2011, para 733.197 no mesmo período de 2012. O acréscimo foi de 12,63%.
Os desembarques se referem às chegadas de passageiros, em voos regulares e não regulares, nos 67 aeroportos brasileiros administrados pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) em todo o território nacional. O indicador é utilizado pelo Ministério do Turismo para avaliar o crescimento da atividade turística no Brasil.

Fonte: http://www.turismo.gov.br/turismo/noticias/todas_noticias/20120719.html

“Casa Mercosul do Turista” ficará pronta em 2013 para atender turistas durante a Copa 2014.

 

O Ministério do Turismo vai custear o maior centro de atendimento ao turista da capital gaúcha. Orçada em R$ 7,35 milhões, a “Casa Mercosul do Turista” será erguida onde hoje está instalada a Secretaria Municipal de Turismo de Porto Alegre, no bairro Cidade Baixa – na rota de acesso ao estádio Beira-Rio, que receberá os jogos da Copa do Mundo da FIFA 2014.
Na tarde desta quarta-feira (18), em Brasília (DF), o secretário Nacional de Programas de Desenvolvimento do Turismo do MTur, Fábio Mota, recebeu o secretário municipal de Turismo de Porto Alegre (RS), Raul Mendes da Rocha, que apresentou o cronograma de obras do projeto.
De acordo com Mota, “Porto Alegre tem tudo para se tornar uma potência do turismo no Sul do país. Estratégias como essas provam que a cidade não mede esforços para melhorar o receptivo ao visitante e elevar seu nível de competitividade frente a outros grandes destinos”, avaliou.
Segundo Mendes da Rocha, o local será “um grande centro de convivência do turista, uma oportunidade de conversarmos diretamente com o visitante e mostrar o que Porto Alegre tem de melhor”.
A obra está entre as categorias previstas na Matriz de Responsabilidades do Ministério do Turismo na Copa do Mundo: sinalização turística, construção e reforma de centros de atendimento ao turista (CATs) e acessibilidade.
O projeto inclui estrutura permanente para prestação de informações ao turista, espaço de convivência equipado com serviços de cafeteria, internet, livraria, salão de exposições, loja de artesanato e ponto de venda de bilhetes do city tour Linha Turismo. Segundo o dirigente gaúcho, a Casa do Mercosul terá, ainda, um cronograma especial de apresentações musicais e eventos culturais. A previsão é que a obra seja concluída até maio de 2013.

Fonte: http://www.turismo.gov.br/turismo/noticias/todas_noticias/20120718.html

Integrante do Calendário Oficial de Eventos do Estado de São Paulo, o Festival do Chocolate de Ribeirão Pires traz muitas novidades este ano. Uma das principais é a programação de shows especialmente montada para agradar a toda a família. Rock, samba, sertanejo, MPB, suingue, gospel e programação infantil especial vão marcar presença no palco principal do Festival, que começa no dia 20 de julho, uma sexta-feira, e se estende até 12 de agosto, sempre na Tenda Multicultural do Complexo Ayrton Senna, na Avenida Brasil, 193, no Centro.
Todas as sextas, sábados e domingos, nomes como Zélia Duncan, Frejat, Victor e Léo, Jorge Aragão, Jair Rodrigues, Edson e Hudson, Sá e Guarabira, Skank, Oswaldo Montenegro e Simoninha e o Baile do Simonal vão movimentar ainda mais o evento. Os pequenos vão poder se divertir com “Cocoricó, o Show”, Palavra Cantada, Patati Patatá e a Turma da Mônica.
A programação musical inclui espaço reservado para a música religiosa, com apresentações do pastor evangélico e cantor de música gospel, André Valadão; e do padre católico e cantor Fábio de Melo. Para esses shows, os ingressos precisam ser trocados, com antecedência, por 3 quilos de alimentos não perecíveis, em postos credenciados divulgados no site do evento. Mas os organizadores programaram ainda uma série de espetáculos que não necessitam de troca de ingressos, realizados gratuitamente, no Palco Chocolate e no Teatro Municipal, totalizando quase 100 atrações culturais.
Gastronomia – Na área de alimentação estarão à disposição do público 30 chalés, sendo 24 deles com os atrativos gastronômicos e outros 06 para a venda de artesanatos. Da mesma forma que a área de alimentação, também os shows que vão acontecer no Palco Chocolate são gratuitos, incluindo grandes atrações, como Jair Rodrigues & Samba de Rainha, Sá e Guarabira, Marina de La Riva e o cubano Fernando Ferrer e Quinteto. A Vila do Doce, ponto turístico da cidade localizado próximo ao Complexo Ayrton Senna, também fará parte do Festival, com as apresentações no palco Chocofest. .
Na edição de 2011, foram movimentados R$ 3 milhões nas três semanas do evento. Para 2012, a estimativa é que chega a R$ 4 milhões. Nas sete edições realizadas até hoje, o Festival – criado para divulgar o potencial turístico da região – totalizou R$ 44 milhões e acumulou mais de 1,9 milhão de frequentadores. A expectativa de público para este ano é de 15 a 20 mil pessoas/dia.
 Serviço:
Endereço: Avenida Brasil, 193 – Ribeirão Pires, São Paulo
Horário do evento: Sextas-feiras, a partir das 18h; Sábados, a partir das 14h; e Domingos, a partir das 12h.
Telefone para informações: (11) 4823.7444
Serviços especiais: Acesso para deficientes, cardápios em braile e intérpretes de libras.
Programação de shows:
 DIA 20/07
Tenda Multicultural
21h – Zélia Duncan
Palco Chocolate
19h30 – Parmino Jazz Project – “Metropolitano”
Teatro
19h – Mostra Cultura Musical Brasil Cuba – Wanamuziki
20h – Trio Brasil – MPB
DIA 21/07
Tenda Multicultural
21h – Frejat
Palco Chocolate
14h – Escola Municipal de Música – Jazz
15h – Paloma Bastos – MPB
16h – Banda Lyra – “Parada do Chocolate”
17h – Zoom Beatles – Beatles Cover
19h – Banda Siderais – Pop Rock
20h – Banda Gulivera – Pop Rock
Teatro
14h – Dança & Terapia
15h – Grupo Encanto do Oriente – ” Mistérios do Deserto”
16h – Grupo Orbe – “Música Experimental”
18h – Orquestra Jovem da Escola Municipal de Música
DIA 22/07
Tenda Multicultural
16h – Cocórico
21h – Victor e Léo
Palco Chocolate
12h – Escola Municipal de Música
13h30 – Ivany Barreto – MPB
15h – Banda Lyra – “Parada do Chocolate”
17h – Vozes do Samba
18h30 – Danielle Cavallon – “Delicada Euforia”
20h – Banda Clawz – Sertanejo
Teatro
15h – Estúdio de Dança Danielle Spósito – Oficina do Corpo
16h – Escola Municipal de Teatro – “O Brando”
Vila do Doce – Chocofest
16h – Banda Madeira Delay – MPB
17h – Barbearia Clube – Rock / Pop Rock
18h – WA. Trio – Pop Rock e MPB
19h – Ivan Dourado e Evandro – Sertanejo
20h – Doidywanas Ap – Rock
 DIA 27/07
Tenda Multicultural
21h – Jorge Aragão
Palco Chocolate
17h30 – Pimenta de Cheiro – Samba
19h – Extravaza – Pagode
20h – Conjunto Retratos – Choro
Teatro
18h – Peça Teatral: Ginga do Malandro
19h30 – Brassuka – Música Erudita
DIA 28/07
Tenda Multicultural
21h – Oswaldo Montenegro
Palco Chocolate
14h – Zé Nilton – MPB
15h – Grazi Medeiros – Axé
16h – Parada do Chocolate – Banda Lyra
17h – Banda Siri Recheado – MPB
18h – Narradores de Cordel
19h – Jair Rodrigues & Samba de Rainha
Teatro
15h – R.P.F.C. – Dança
16h – Escola Municipal de Música – Recital de Violão
17h – Quarteto Guit’Ars de violões
18h30 – Peça Teatral “Cadêle meu bolo de roda”?
20h – Peça Teatral “Cadêle meu bolo de roda”?
 DIA 29/07
Tenda Multicultural
17h – Palavra Cantada
Palco Chocolate
12h – “Taikô” – Associação Cultural Nipo Brasileira de Rib. Pires
12h30 – Joe Hirata – Sertanejo
13h30 – Caldo de Cana – MPB
15h – Parada do Chocolate – Banda Lyra
16h – Escola Municipal de Artes – Desfile de Moda
18h30 – As Julietas – “Tributo a Noel Rosa”
20h – Bee Gees One Cover
Teatro
14h – Grupo de Dança – Estrelas Romaniê / Dança Cigana
15h – Shirlei Luiz – Cia de Dança
19h – Peça Teatral – “O Livro Mágico”
Vila do Doce – Chocofest 
16h – Brasil Jazz Quartet
17h – Banda Amarcord – Pop Rock e MPB
18h – Banda Coyotes – Pop Rock
19h – II Mostra Guitarras do Brasil – Ricardo Vignini
20h – Crônica Urbana – Rock
 DIA 03/08
Tenda Multicultural
21h – André Valadão
Palco Chocolate
18h30 – Cactus Jack – Pop Rock
19h30 – Tulla Mello – Soul Music
Teatro
20h – Orquestra Sinfônica de Taubaté
DIA 04/08
Tenda Multicultural
21h – Edson & Hudson
Palco Chocolate
14h – Banda Explosão – Sertanejo
15h – Wagner Mineiro – Sertanejo
16h – Parada do Chocolate – Banda Lyra
17h – Ricardo e Marcel – Sertanejo
18h – Gabriel e Giuliano – Sertanejo
19h30 – Yago e Vinicius – Sertanejo
Teatro
15h – João Roncon Arte e Movimento – “Um dia na Escola”
19h30 – Orquestra Jazz Combo do Conservatório de Tatuí
DIA 05/08
Tenda Multicultural
17h – Patati Patata
Palco Chocolate
12h – Carol Melo – MPB
13h – Stefano Moliner – Tributo “Elis Regina”
14h – Daniel Caldeira e Grupo Flamenco de Dança
15h – Parada do Chocolate – Banda Lyra
16h – Desfile de Moda – Escola Municipal de Artes
18h – Orquestra Brasileira de Música Jamaicana
21h – Sá e Guarabira
Teatro
14h – Banda Sinfônica Jovem da Escola Muncipal de Música
15h – Centro Op. De Artes Isadora Duncan – O Baile de Inauguração
19h – Espetáculo Teatral: “Panos e Lendas”
Vila do Doce – Chocofest
16h – Escola Municipal de Música
17h30 – II Mostra Guitarras do Brasil – Celso Salim
19h – Mostra Cultura Musical Brasil Cuba – Yaniel Matos e Fabiana Cozza
20h – Dinossauro Míope – Classic Rock
DIA 10/08
Tenda Multicultural
21h – Skank
Palco Chocolate
18h – Escola Municipal de Música
19h30 – Mostra Cultura Musical Brasil Cuba – Fernando Ferrer Quinteto
Teatro
20h – Banda Sinfônica Jovem de Tatuí
DIA 11/08
Tenda Multicultural
21h – Baile do Simonal
Palco Chocolate
14h – Crossbar – Pop Rock
15h – Mr. Burns – Pop Rock / Rock
16h – Banda Lyra – “Parada do Chocolate”
17h – Queiroga – Pop Rock
18h – Estatuto da Gafieira – Samba / Choro
19h30 – Mostra Cultura Musical Brasil Cuba – Marina de La Riva
Teatro
14h – Núcleo de Dança Karen Kihara – ” Dançar”
16h – Escola Municipal de Música – “Recital de Piano “
17h – Escola Municipal de Música
18h – Coral da Escola Municipal de Música
20h – Espetáculo Teatral: Sertão Brasil. causo, poesias e bordados
DIA 12/08
Tenda Multicultural
16h – Turma da Mônica
21h – Padre Fábio de Melo
Palco Chocolate
12h – Chocofest Band – Variedades
15h – Banda Lyra – “Parada do Chocolate”
16h – Ministério de Louvor Banda Luz do Mundo
18h30 – Ronnie Packer – Elvis Cover
20h – As Choronas – Choro
Teatro
12h30 – Espetáculo Teatral: “ABC Conto e Canto”
14h – Banda Jovem da Escola Municipal de Música
15h – Escola Municipal de Dança – “Divertissiment”
17 – Espetáculo Teatral: “Capitú – Olhos de Ressaca”
Vila do Doce – Chocofest
16h – Escola Municipal de Música
17h – Banda Rouxinol – Flash Back / Pop Rock
18h – Grupurubu – Jazz / Blues
19h – II Mostra Guitarras do Brasil – Luiz Carlini
20h – Sir James – Classic Rock
atendimento à imprensa: Textos & Cia. (11) 3799.5269
Direção de Gestão de Conteúdo: Arlete Prieto – MTB 21.747
Direção de Imprensa: Rodolfo Bonventti – (11) 9930.0901
Assessora de Comunicação: Sandra Pazzini – (11) 3799.5269 (sandra.pazzini@grupooctopus.com.br)
Arlete Prieto
Textos & Cia. – Gestão de Conteúdo e Assessoria de Imprensa
arlete.prieto@grupooctopus.com.br
Roteiro mistura história e degustação de cachaça pelo interior da Paraíba:

Os efeitos colaterais são visíveis. Os olhos quase não piscam diante de cada um dos detalhes sobre engenhos e escravidão; o sorriso parece não caber na boca com as deliciosas histórias contadas sobre tempos passados; e o corpo começa a ficar mais relaxado logo após a segunda degustação de cachaça. Esses são alguns dos (agradáveis) sintomas para quem realiza a rota ‘Caminhos dos Engenhos’, no interior da Paraíba.

Pode parecer história de fazendeiro exagerado, mas bem longe da cobiçada costa litorânea paraibana o viajante encontra um inesperado roteiro turístico que inclui visita a antigos engenhos produtores de cachaça, casario histórico bem preservado e um clima de interior com direito até a friozinho serrano.

Localizada no Brejo paraibano, uma microrregião daquele estado formada por serras e vales, Areia é uma das principais portas de entrada. Esse pequeno município de 23 mil habitantes, que no século 17 servira de parada de tropeiros que seguiam para o sertão nordestino, abriga um belo conjunto arquitetônico declarado Patrimônio Histórico Nacional, em 2005.

É lá que estão o Teatro Minerva, obra de 1859 considerado o primeiro teatro da Paraíba, a casa onde nasceu Pedro Américo, o artista que pintou o famoso ‘Grito do Ipiranga’, e dezenas de casarões do período em que a região era formada por engenhos de açúcar.

Areia abriga os primeiros engenhos da Paraíba a contarem com máquinas a vapor.

Outro dado curioso é que essa cidade de tendências abolicionistas antecipou-se à Lei Áurea e, dias antes, libertou os últimos escravos que trabalhavam na região. O que não deve faltar são altas doses de boas histórias contadas nos engenhos locais visitados. Moderação só no nível de álcool ingerido.

Estabelecimentos como o Engenho Triunfo, estabelecimento que produz 250 mil garrafas por mês e que ficou conhecido pela produção natural que não utiliza nenhum produto químico, e o Engenho Vaca Brava, um engenho histórico de 1860 administrado pelo divertido e falante Aurélio Leal Freire.

Se depender do ‘Seu’ Aurélio, o engenho deve continuar como nos velhos tempos das máquinas francesas compradas na década de 50. “Enquanto eu estiver vivo, ninguém tira essas ferragens daqui. É um maquinário histórico”, ameaça com tom de voz mais elevado o simpático senhor de mais de 80 anos.
A cachaça Rainha é fabricada no Engenho Goiamunduba desde 1877 e é um clássico da Paraíba.

Sem dúvida, esse é um dos pontos máximos da viagem pela zona rural da região. O proprietário, cujo estabelecimento recebe os visitantes de forma improvisada (mas não menos acolhedora) pois ainda não possui estrutura voltada para o turista, é capaz de dar um show na hora de contar histórias da época de José Rufino, personagem local que morou em uma casa equipada com uma senzala, e ao descrever, detalhadamente, o processo caseiro de preparação da sua cachaça.

A vizinha Bananeiras, a quase 30 km dali e a 552 metros sobre o nível do mar, é outro destino que merece uma visita. Esse município de passado colonial, recortado por ladeiras e sobrados do século 19, foi o maior produtor de café de toda a Paraíba e abriga um casario com 80 construções catalogadas pelo IPHAEP.

A região abriga também o histórico engenho Goiamunduba que, desde 1877, fabrica a cachaça ‘Raínha’, um clássico da Paraíba. A cidade ainda conta com outras construções históricas como um túnel de trem de 1922 e um cruzeiro do final do século 19 localizado a 507 metros de altura, além da Cachoeira do Roncador, uma queda d’água de 45 metros.


Entre julho e agosto, quando a região chega a registrar temperaturas de até 12°, o Brejo paraibano serve também de cenário para o evento ‘Caminhos do Frio’. Areia, Bananeiras e Alagoa Grande são algumas das cidades que recebem os visitantes com atividades como exposições de artesanato, apresentações de dança e de grupos folclóricos, shows de forró pé-de-serra, oficinas culturais e passeios como trilhas e visita aos engenhos locais.
Se depender do alto número de histórias contadas sem moderação, o visitante deve deixar a região viciado por uma das mais agradáveis opções turísticas e históricas de toda a Paraíba.


Fonte: http://viagem.uol.com.br/ultnot/2012/07/11/roteiro-caminhos-dos-engenhos-mistura-historia-e-degustacao-de-cachaca-pelo-interior-da-paraiba.jhtm

 

A cidade de Salzburg, a quarta maior na Áustria, tem uma ligação forte com a música. 

No século 18, foi responsável por apresentar ao mundo o grande compositor Mozart. 

Mais recentemente, em meados da década de 1960, ficou famosa com o musical “A Noviça Rebelde”, estrelado por Julie Andrews e Christopher Plummer. O sucesso do filme dura até hoje e leva milhares de turistas todo ano à cidade em busca das locações usadas em cada cena.

Fonte:  http://viagem.uol.com.br/album/salzburg_album.jhtm?abrefoto=1

Contato

Praça Mauá – 16A

Santos/SP – Brasil

13-9-97365637

Newsletter

©Turismo & Ideias – todos os direitos reservados.

Newsletter

Contato

Praça Mauá – 16A

Santos/SP – Brasil

13-9-97365637

©Turismo & Ideias – todos os direitos reservados.