Plataformas e aplicativos que se integram e facilitam o compartilhamento das mais variadas informações por toda a internet. O Turismo é sem dúvidas por motivos diversos, um dos setores  mais influenciados pelo conceito de Web 2.0.
O turista hoje, mais informado, torna-se agente de sua própria viagem. Constrói o seu próprio roteiro e desbrava em rede novos destinos antes inimagináveis. O Turismo 2.0 proporciona o surgimento de novos players no mercado, que ao utilizar daquela velha fórmula de focar em nichos específicos e ao aplicar muitas estratégias de mercado online, conseguem por diversas vezes aumentar os seus markets share.
Experiências de terceiros são compartilhadas na web em comunidades de viagens, redes sociais e blogs. Além de suporte para consultas, com e-brochuras, informações de roteiros e mapas detalhados, são breves exemplos do extenso e diversificado conteúdo online referente a um destino e/ou equipamento turístico, que influenciará decisões de usuários cada vez mais exigentes.
Com tanta informação detalhada e de fácil acesso, sem dúvidas o turista terá muita facilidade em escolher o melhor destino para curtir as próximas férias em família ou decidir os melhores hotéis para as suas viagens de negócios, certo? Não necessariamente!
Experimente analisar as opiniões referentes a um hotel em alguma comunidade de viagens como o Trip Advisor; opiniões tão divergentes e contraditórias em relação ao mesmo equipamento surgirão. Eu sei, desde sempre cada um tem a sua opinião e existe até ditado para isso. Mas temos que concordar, caso informações não sejam filtradas não estaremos tornando os processos mais simples.
Se não tornarmos os processos mais simples, perderemos mais tempo planejando a viagem do que curtindo. Pior que isso, é perder muito tempo planejando e ainda decidir errado, não é mesmo? Provavelmente esse turista voltará chorando para o seu agente de viagens.
Não são somente os viajantes que estão confusos, hoteleiros e comerciantes do tradeturístico também estão. Ao tentar compreender as mudanças tecnológicas do mercado, e comportamentais dos turistas, acabam por perder o foco na essência de seus negócios: O atendimento.
Seguem abaixo algumas dicas para Gestores de PME’s em Turismo posicionarem os seus negócios online de forma otimizada, considerando baixo orçamento de marketing.
Informações úteis e detalhadas
Não faça de seu website um simples e estático “cartão de negócios”, nem pense que um website “bonitinho” fará toda a diferença. “Content is King”. Abuse de textos, imagens e vídeos de qualidade.  Todos os dias usuários navegam na internet com perguntas sobre o seu mercado, se você não tiver condições de respondê-los, algum concorrente terá.
Um conteúdo original, dirigido e de qualidade facilitará no indexamento de suas páginas nos mecanismos de busca como o Google, dessa forma irá aumentar a visibilidade e tráfego do website. Integre o website com Redes Sociais através da instalação de widgets (aqueles “iconezinhos”), visando o compartilhamento das informações.
Você precisa descobrir como interagir com o seu público nas redes sociais. Ofereça algo original, seja através de notícia ou comentário, usuários são ultra-sensíveis à empresas que apenas propagam os seus produtos e não agregam valores para as suas necessidades. Desenvolva também conteúdo em outros canais através de comentários em blogs especializados, notícias, artigos, histórias, opiniões e  interações forums.
Sites de Turismo e Viagens, Parceiros e Canais de Distribuição Online
Amplie seus canais de distribuição e busque parceiros online.
Exemplos para determinados equipamentos turísticos: Agregadores de hotéis, sites de compras coletivas, e-marketplaces.
Crie contas em sites de avaliação, diretórios e em redes sociais voltadas ao segmento. Mantenha as suas contas atualizadas e com informações de contato, descrições de serviços e ofertas, além de muitas fotos e vídeos.
Os viajantes compartilharão experiências
É tudo uma questão de expectativa. Não pode cumprir, então não ofereça.
Pense que ferramentas da Web 2.0 surgem como canais de atendimento pré/durante/pós-venda.
Não é uma questão de pessimismo, porém, precisa agradar um tanto quanto para um cliente fazer um comentário positivo espontâneo na rede. Ao mesmo tempo que não precisa desagradá-lo tanto assim para ele expor a sua insatisfação.  Alertas do Google, TripAdvisor e Twitter irão ajudá-lo a acompanhar comentários referentes a sua empresa, enquanto ferramentas de monitoramento de reputação ajudará a fazer o gerenciamento.

Frota de ônibus ganhará segurança e agilidade para receber turistas durante os grandes eventos esportivos.

 

Curitiba (PR) já tem uma das maiores e mais eficientes frotas de ônibus do Brasil, mas moradores e turistas podem esperar mais facilidades durante a Copa das Confederações, em 2013, e a Copa do Mundo de 2014.A prefeitura da cidade, por meio da Urbanização de Curitiba S.A – URBS, empresa responsável pelo transporte coletivo de Curitiba, está inovando em segurança: até quarta-feira (30), ela receberá projetos-piloto para a implantação de câmeras de monitoramento dentro dos terminais, estações e ônibus.
A expectativa é que até julho do ano que vem todos os terminais da cidade tenham o sistema. Até o fim de 2013, as chamadas estações tubulares, que dão acessos ao transporte, também devem ser beneficiadas.
Outras iniciativas estão em curso para melhorar o transporte local. Obras de pavimentação e adequação de avenidas permitirão que o Expresso Ligeirão ganhe uma terceira linha, com 32 tubos reformados nas estações para melhorar a acessibilidade dos passageiros. Estima-se que após a conclusão da terceira linha cerca de 450 mil pessoas sejam beneficiadas diariamente.
Marcos Isfer, presidente da URBS, conta que a nova linha vai proporcionar mais rapidez aos curitibanos e turistas. “Haverá menos paradas. Na época da Copa 2014 esse será um importante avanço para que os visitantes tenham mais tempo para conhecer nossos atrativos turísticos”, afirmou.

Estados se preparam para a música, comida e diversidade cultural das festas juninas e julinas.

 

Está chegando uma das épocas mais saborosas e divertidas no Brasil: a das festas juninas e julinas! Para apresentar a programação que está sendo preparada pelos estados, as redes sociais do MTur apresentarão destinos turísticos e dicas de festas para que todos possam aproveitar um bom forró e deliciosas comidas típicas.
Em vários locais, principalmente no Nordeste, milhares de pessoas se programam para dançar a tradicional quadrilha, experimentar os sabores dos derivados do milho,  do pé-de-moleque, da macaxeira e de outras comidas. Este ano, em especial, a maioria das festas da região homenageará o centenário do Rei do Baião, Luiz Gonzaga.
A festa de São João de Campina Grande (PB) é considerada uma das maiores do mundo e uma das que mais atraem turistas. Em 2012, a expectativa é receber dois milhões de pessoas.  A festa deste ano começa no dia 1º de junho (sexta-feira) e segue até o fim do mês com uma programação extensa, que promete mais de mil horas de forró. www.saojoaoemcampina.com.br
Em Caruaru (PE), a animação também é grande e a expectativa para o evento, maior ainda. A festa, como a de Campina Grande, é uma das conhecidas do mundo e reúne milhões de turistas que chegam à cidade para aproveitar a literatura de cordel, arraiais, shows e exposições. Durante o mês de junho (do dia 2 ao dia 30), mais de 300 artistas e grupos se apresentarão nos palcos da festa.http://www.aponte.com.br/saojoaodecaruaru/
Em Sergipe, a tradicional festa do Caju terá sua 19ª edição. Os festejos começam em 15 de junho e seguem até o dia 29, na capital Aracaju.
Todas as tradições estarão presentes na festa, sejam na decoração, sejam nas barraquinhas, como por exemplo, a fogueira, as bandeirolas, o pau de sebo e o casamento Caipira.www.aracaju.se.gov.br/forrocaju2012
No Maranhão, os festejos já começaram na semana passada, no Ceprama (Centro de Artesanato de São Luís), que fica na parte histórica de São Luís (MA). A festa é marcada pela apresentação do tradicional bumba-meu-boi – a manifestação folclórica mais importante do estado. http://www.turismo.ma.gov.br/pt/
Para nos ajudar a divulgar as festas de São João espalhadas pelo Brasil, mande um e-mail para mtur.gestao@gmail.com ou acesse as nossas páginas no Facebook (www.facebook.com/MinisteriodoTurismo) e no Twitter (www.twitter.com/mturismo). Participe!

Depois da desoneração da folha de pagamento, MTur articula novas medidas para o setor hoteleiro:

 

 A redução dos custos com energia elétrica para os hotéis está na pauta da desoneração da cadeia produtiva do setor turístico. Na próxima semana, o ministro do Turismo, Gastão Vieira, fará uma nova rodada de negociações com representantes dos hoteleiros e do Ministério de Minas e Energia para discutir o assunto.
“Conseguimos a desoneração da folha de pagamento dos hotéis. Agora, estamos trabalhando com as entidades e outras áreas do governo em medidas para a redução dos gastos com as contas de luz”, afirma o ministro, que na segunda-feira (21) encontrou-se, em Brasília, com representantes da hotelaria.
O pedido do setor produtivo é mudar a fórmula de cálculo da conta de energia elétrica, feita hoje pela estimativa antecipada da demanda.  Os hoteleiros querem alterar a categoria de consumo dos estabelecimentos de comercial para industrial, com menor índice de tributação. A redução de tributos como o PIS/Cofins é outra medida em debate.
“O governo quer avançar nessa discussão. A desoneração é fundamental para aumentar a competitividade do turismo nacional. Se conseguirmos reduzir os custos das empresas, isso terá impacto na geração de empregos no setor e também na redução de preços para o turista. Essas são as contrapartidas que exigiremos dos empresários”, avalia o ministro.
Em abril, depois da articulação coordenada pelo Ministério do Turismo, a presidente Dilma Rousseff anunciou a inclusão da hotelaria no Plano Brasil Maior. Assim, houve a substituição da contribuição de 20% sobre a folha de pagamento pela alíquota de 2% do faturamento bruto dos empreendimentos. Agora, o ministério parte para a segunda etapa no esforço pela desoneração do setor.

 

Oportunidade única para conhecer de perto a Serra da Mantiqueira a bordo de um trem turístico, com todo o conforto, segurança e o acompanhamento de profissionais treinados para tornar seu passeio ainda mais exclusivo.
Dia 08/07
Saída: Ponte Nova / JD Casqueiro / Cubatão
Valor: R$199,90 ou em duas de R$99,95. À vista 10% de desconto

Inclui: Transporte; serviço de bordo; guia acompanhante, seguro viagem e ingresso para o passeio de trem de Pindamonhangaba a Campos do Jordão. 
Reservas e pagamentos até 08/06. * O ingresso do passeio de trem tem que comprar com 30 dias de antecedência.
mais informações: www.turismoeideias.com.br / telefone: (13)3364 1557

Câmara Temática de Desenvolvimento Turístico discute inovações tecnológicas para a Copa das Confederações e a Copa 2014.

 

Nesta quarta-feira (23), o uso de novas tecnologias durante a Copa das Confederações de 2013 e da Copa do Mundo de 2014 foi tema de reunião da Câmara Temática de Desenvolvimento Turístico. O Ministério das Comunicações informou que, até abril de 2013, serão implementados projetos para explorar a chamada tecnologia de quarta geração, mais conhecida como 4G, nas cidades-sede da Copa.
Segundo o secretário executivo do Ministério do Turismo, Valdir Simão, é fundamental que cada cidade conheça o seu papel para o sucesso na organização da Copa. “Precisamos trabalhar com inteligência e esse encontro serve para que todos possam conhecer e aprimorar as ideias com as outras cidades e órgãos governamentais”.
“A principal meta é inovar e surpreender o turista para que ele saia do Brasil com a imagem de que além de um país carismático e receptivo somos um país inteligente”, concluiu.
O encontro aconteceu no auditório do Ministério do Turismo e contou com representantes dos seis estados e cidades-sede da Copa das Confederações: Brasília (DF), Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (MG), Fortaleza (CE), Salvador (BA) e Recife (PE). As secretarias de turismo apresentaram ações e diretrizes que pretendem realizar para que o turista encontre facilidades ao chegar ao país na época da competição.
Com o avanço das novas tecnologias no Brasil, a expectativa é que os turistas utilizem os aplicativos bilíngues e trilíngues que disponibilizam informações como a localização de hotéis, restaurantes e pontos turísticos. “O objetivo é que as cidades aprimorem a capacidade de uso dessas tecnologias e transformem essa preparação em um legado turístico”, afirmou a assessora especial do ministro, Suzana Dieckmann.
 
A Câmara Temática irá programar um plano de apoio para o uso e aperfeiçoamento de novas tecnologias. Uma das ações propostas é a realização de um concurso, com jovens entre 15 e 25 anos, que darão sugestões para a elaboração de softwares que serão utilizados pelos turistas durante os megaeventos.
Também estiveram presentes na reunião representantes do Ministério do Esporte, Ministério das Relações Exteriores, Ministério do Planejamento, Infraero, Advocacia-Geral da União e Controladoria-Geral da União.·. 

O Ministério do Turismo realiza, nesta manhã (23), em Brasília (DF), a primeira reunião de avaliação do Plano de Ação 2012 da pasta. O objetivo é monitorar os resultados alcançados no primeiro quadrimestre do ano em 48 iniciativas, que estão sob a responsabilidade de nove departamentos e seis diretorias do ministério.
De acordo com o ministro do Turismo, Gastão Vieira, o novo sistema de acompanhamento de resultados desenvolvido pelo MTur representa a crescente responsabilidade da pasta no desenvolvimento do setor e do país. “Além do controle sobre as decisões que estamos tomando, precisamos ter também a firmeza de ajustar metas e caminhos sempre que necessário. Devemos estar prontos diante do cenário macroeconômico que temos hoje e da dimensão que o turismo vem ganhando na economia nacional”, defendeu.
O Plano de Ação 2012 é a primeira fase do Planejamento Estratégico do MTur, com metas estabelecidas até 2015. O secretário-executivo do ministério, Valdir Simão, afirma que o processo de avaliação e monitoramento das metas do governo para o turismo brasileiro é a institucionalização de uma cultura de resultados. “Estamos construindo um modelo de análise quantitativa e, principalmente, qualitativa das iniciativas desenvolvidas pelo MTur”, disse.
Também participam da reunião os secretários nacionais Fábio Mota (Programas de Desenvolvimento do Turismo) e Bel Mesquita (Políticas de Turismo), o presidente da Embratur, Flávio Dino, além de representantes do quadro técnico do Ministério do Turismo.

 

Fonte: http://www.turismo.gov.br/turismo/noticias/todas_noticias/20120523-1.html

A hora é de ir para o campo e aproveitar os destinos turísticos do país:

Acordar sem se preocupar com o despertador, tomar o café da manhã com alimentos fresquinhos e naturais, fazer longos e despreocupados passeios em áreas verdes, aproveitando o ar puro e as belezas naturais. Oásis na correria das grandes cidades, o turismo rural é uma opção que alia entretenimento, descanso e ainda beneficia trabalhadores do campo.
Por ser um segmento com tantos benefícios, o Ministério do Turismo quer saber dos seus seguidores e fãs nas redes sociais: quais são os melhores roteiros para conhecer esse Brasil mais rural?
Para todos os gostos a diversidade geográfica do país permite experiências como os roteiros da uva no Rio Grande do Sul, nos quais o visitante pode conhecer plantações de parreiras e degustar o vinho originado dessas frutas. Em Minas Gerais, queijos e laticínios são iguarias que fizeram nome em todo país e podem ser uma saborosa opção para quem quer conhecer um pouco mais sobre o estado.
No Nordeste, o roteiro do açúcar representa a história brasileira e é possível conferir como era feita a produção de rapadura e cachaça em tempos passados. No Norte, o turismo nos leva a aprender mais sobre o modo de vida dos seringueiros, tendo como cenário a riqueza natural da Amazônia.
Encaminhe sua sugestão de local ideal no Brasil para o turismo rural e ajude o MTur a divulgar o potencial de nossos destinos. Mande um e-mail paramtur.gestao@gmail.com ou acesse as nossas redes: twitter (MTurismo) e facebook (/MinistériodoTurismo). Participe!

Fonte: http://www.turismo.gov.br/turismo/noticias/todas_noticias/20120523.html

Brasília (DF) – O Ministério do Turismo apresenta, durante a 35ª Reunião do Conselho Nacional de Turismo, em Brasília, o Planejamento Estratégico para o período 2012-2022. Os gestores da pasta terão um quadro-resumo com o desempenho atualizado do setor em todo o país. O objetivo é monitorar as políticas públicas e contribuir para o crescimento econômico e social por meio do turismo. 

“O Planejamento Estratégico é de fundamental importância para a competitividade do turismo nacional. Será possível uma análise qualitativa dos números, um passo decisivo para uma gestão eficiente”, afirmou o secretário-executivo do MTur, Valdir Simão.

O diretor de Gestão Estratégica do MTur, Luis Henrique Fanan, apresentou o painel de desempenho do turismo. Será uma aba dentro do sistema de monitoramento, com os principais índices do setor, como a evolução do turismo doméstico e internacional e índices de produtividade. “Será uma ferramenta muito importante para a tomada de decisões dos gestores”, afirmou Fanan.

Brasília (DF) – O ministro do Turismo, Gastão Vieira, defendeu em discurso na abertura da 35ª Reunião do Conselho Nacional de Turismo, em Brasília, a união de todos os segmentos do setor para superar os desafios rumo ao desenvolvimento do turismo nacional. Ele avaliou que, depois do tempo dedicado à reavaliação de ações do ministério, é hora de “olhar para o futuro” e fortalecer o turismo nacional.
“Em setembro do ano passado, a presidente Dilma Rousseff confiou-me importante missão: a de reestruturar o ministério, revigorar sua estrutura, reerguer servidores e reforçar seu quadro de pessoal”, disse o ministro. Segundo ele, passado esse processo, o turismo brasileiro saiu fortalecido com o apoio dos gestores e corpo técnico do MTur.
O ministro listou as conquistas recentes do setor, como os recordes alcançados em 2011 na receita cambial, chegada de estrangeiros e desembarques domésticos. Ele falou também sobre os desafios enfrentados, como o déficit na receita cambial e os gargalos na competitividade do turismo nacional.  Revelou, no entanto, que a desoneração da cadeia produtiva, principal pauta do ministério junto com a área econômica do governo, é atualmente um caminho para buscar a solução desses problemas.
O ministro falou também da participação do MTur em eventos que acontecerão durante a Rio +20. A reunião do Conselho está sendo realizada na sede da CNC, em Brasília. O Ministério do Turismo apresentará logo mais o Plano de Ação MTur 2012 e o Planejamento Estratégico da pasta para o período 2012-2022.

 Fonte: http://www.turismo.gov.br/turismo/noticias/todas_noticias/20120521.html

 

Contato

Praça Mauá – 16A

Santos/SP – Brasil

13-9-97365637

Newsletter

©Turismo & Ideias – todos os direitos reservados.

Newsletter

Contato

Praça Mauá – 16A

Santos/SP – Brasil

13-9-97365637

©Turismo & Ideias – todos os direitos reservados.